Colégio "Glaucia Costa" - 29 anos batendo forte no coração da cidade
 
 
 
  


Bibliotecas Escolares com Bibliotecários



O Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB – 13) realizou no dia 07/12/2019, um Encontro de Bibliotecários do Estado do Maranhão, onde reuniu profissionais dos municípios de Timon, Caxias, Codó e Coelho Neto. O encontro teve o objetivo de mobilizar os profissionais de Biblioteconomia para combater o descumprimento da Lei 12.244 de 24 de maio de 2010, que dispõe sobre a universalização das bibliotecas nas instituições do país, e da Resolução 199/2018 do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB), que dispõe sobre os parâmetros a serem adotados para a estruturação e o funcionamento das Bibliotecas Escolares.


Na ocasião, representei o Colégio Glaucia Costa e uma das pautas foi a intensificação das atividades de fiscalização em municípios maranhenses, e a disseminação da Campanha QUEREMOS NOSSA BIBLIOTECA ESCOLAR COM BIBLIOTECÁRIO. Tratou-se também da expansão do curso de formação dos profissionais Bibliotecários, bem como da obrigatoriedade do REGISTRO PROFISSIONAL junto ao CRB -13. Houve ainda a apresentação de um estudo, mostrando-se um panorama da existência (ou da não existência) de Bibliotecas Escolares e Bibliotecários no Estado do Maranhão, o que reforçou a urgência de mobilização da classe, uma vez que as diversas regiões maranhenses e suas populações estão desassistidas, excluídas do acesso a educação, ao livro e ao conhecimento, por meio da Biblioteca Escolar e do profissional Bibliotecário. Nessa perspectiva, o CRB -13 propôs aos Bibliotecários presentes a formação de uma representação da categoria, para se instalar em uma das regiões que enviaram representantes a reunião.


O CRB -13 mantém diálogo permanente com o poder público e contribui para a busca e implementação de políticas públicas que privilegiem a educação e a cultura, pois é fato que a existência das Bibliotecas Escolares com estrutura e equipamentos, bem como a presença do Bibliotecário fortalece e amplia a aprendizagem, contribuindo para a formação integral do educando, e consequentemente, colaborando para o desenvolvimento do país. Daí a importância, das instituições constituírem suas Bibliotecas Escolares e incluir os profissionais Bibliotecários na tarefa de edificar mudanças e assim, influenciar positivamente as estatísticas educacionais. Afinal, como disse Monteiro Lobato (1882-1948), “Um país se faz com homens e livros” Hoje, porém, podemos ampliar e afirmar que, um país se constrói com Educação, Professores, Livros, Leitura, Literatura, Bibliotecas Escolares e Bibliotecários, armas suficientes para transformar a sociedade e promover a Cidadania, a Liberdade e a Democracia.


Em Timon, as bibliotecas são equipamentos urbanos fundamentais para o apoio a educação. Desse modo, uma instituição escolar não pode ser edificada sem a inclusão da Biblioteca Escolar e do profissional que nela atua: o Bibliotecário, profissão regulamentada pela Lei nº 4.084 de 30 de junho de 1962, representada nacionalmente pelo Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB) e no Maranhão pelo Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB – 13). Assim, se faz necessário que as instituições de modo geral, se adequem para cumprir a Lei e promover o acesso a leitura, ao estudo e a educação. Através da Biblioteca Escolar, e dos Bibliotecários estudantes e comunidades podem acessar o conhecimento, e enriquecer seu universo educacional e cultural.



Angely Costa Cruz


Bibliotecária – CRB – 13/631



Bibliotecária do Colégio Gláucia Costa


Escritora e Pós-Graduada em Literatura


Estudos Culturais e outras Linguagens



Timon (MA), 09 de dezembro de 2019