Colégio "Glaucia Costa" - 29 anos batendo forte no coração da cidade
 
 
 
  


O CAVALO DA CANÇÃO JOÃO E MARIA FALA INGLÊS E EU, NÃO!



Referência: Navio Logos Hope (Foto: Renato Cabrini)


A sensação de estar perdida em um ambiente que nos é tão comum, às vezes, causa uma grande frustação. Foi assim que eu e centenas de pessoas nos sentimos na gigantesca biblioteca flutuante a bordo do navio Logos Hope da OM Internacional, uma feira de livros com os mais variados títulos e um grande acervo de clássicos infantis maravilhosos, todos escritos no idioma universal: a língua inglesa.


Relembrei muitas fotografias e passagens da minha vida naquele momento, inclusive o cavalo da clássica canção João Maria, de Chico Buarque. Vi na ansiedade das crianças, buscando livros dos seus personagens preferidos nas prateleiras, sorrisos e pedidos assim: “Pai, lê pra mim!”; “Mãe, o que a princesa falou?”; “Este livro não tem dublado, mãe, que nem no cinema?”. Alguns pais explicavam que eram livros escritos em inglês e que iriam comprar para tentar se familiarizar. Outros silenciavam, adotando como melhor estratégia levar as crianças para as estantes onde havia suvenir do Logos Hope, assim, era possível comprar algo de recordação do passeio.


Claro que a incrível experiência de estar na maior livraria flutuante do mundo, conhecendo o projeto da Operação Mobilização (OM) e o jeito de viver dos 400 tripulantes do Logos Hope é inesquecível! É uma verdadeira cidade dentro de um navio, e os missionários que optam por seguir nessa embarcação passam a viver meses, anos e até a constituir famílias nesse espaço. Lá há escola, esporte, atividades culturais e religiosas. São todos voluntários de 60 nacionalidades diferentes, que seguem os mesmos princípios levando conhecimento, ajuda e esperança às cidades onde o navio atraca, sempre de acordo com o "exemplo de Cristo”, conforme explica a empresa no material de divulgação do trabalho missionário. Mas o idioma pátrio falado dentro da embarcação de todos esses países representados no Logos Hope é o inglês.


Frente às necessidades reais que vivemos hoje, por exemplo, no mercado de trabalho, a falta de domínio da língua inglesa pode nos excluir de muitas oportunidades. Assim, é necessário que aprendamos uma segunda língua desde pequenos da mesma forma que aprendemos a língua materna, isto é, de forma natural. O ideal é que isso aconteça nos primeiros anos da vida escolar, pois, conforme se passam os anos, essa faculdade vai se perdendo. Certamente as crianças que visitaram o Logos Hope e já cursam programas bilíngues na escola souberam escolher com segurança os livros que queriam ler em casa.


Resumindo, o cavalo que só falava inglês, universalizado na canção de Chico Buarque desde de 1977, já anunciava a supremacia dos Estados Unidos da América (EUA), país que mais investe em cinema, música e Internet e é um canal cultural que une diferentes povos com a língua inglesa dominando a comunicação.


Angelina Costa Cruz


Mestre em Computação Aplicada


Coordenadora do Colégio Gláucia Costa


Timon/ MA – 20/12/2019