Colégio "Glaucia Costa" - 26 anos batendo forte no coração da cidade
 
 
 
  


Liberte-se da automatização

Se você é daqueles que acorda cedo, vai ao trabalho, tem uma rotina definida de atividades e produz um conjunto de ações cotidianas que já se tornaram automáticas, porque se repetem a cada dia sem que haja uma ruptura desse processo, então é hora de parar, olhar à sua volta e perceber o quanto sua vida está limitada e presa a movimentos habituais e inconscientes que automatizam o sujeito.


Ao se entregar a automatização de hábitos cotidianos, os indivíduos não vivem plenamente, se esquecem de viver, como diz a letra de certa canção. Desse modo, para restaurar a interação com a vida é necessário libertar-se, e neste processo de libertação do indivíduo, a arte é o elemento fundamental para a reordenação do consciente, pois na medida em que, o sujeito se entrega a automatização de seus atos, ele perde a consciência de fato, fica preso a seu pequeno mundo e não atenta para a vida que pulsa lá fora.


Assim, somente a arte restabelece o sentido real de viver, porque é a arte que traz colorido à vida, que faz emocionar, que molda a sensibilidade humana. Por isso, é tão necessário manter o diálogo com a arte por meio de quadrinhos, teatro, cinema, dança, literatura, música e outros. Mais que isso, é fundamental apropriar-se de ideias que sensibilizam, emocionam e podem gerar prazer, satisfação, crescimento pessoal e um estilo de vida mais criativo, dinâmico e em sintonia com a cultura, afinal a arte humaniza o indivíduo e colabora para a conquista da cidadania plena.


Então, o que você está esperando caro leitor? Liberte-se de sua rotina desgastante, repetitiva e se entregue a ações construtivas através da arte; dedique-se á leitura dos mais diversos gêneros textuais, cultive o hábito de ler, mantenha livros a seu redor, na cabeceira. Ler é essencial para ampliar e construir ideias. Vá ao teatro, escolha um bom filme para ver, ouça músicas ou ritmos que nunca ouviu, aprecie espetáculos de dança, musicais, exposições de artes visuais, visite feiras culturais, museus, frequente clubes ou saraus literários, prestigie eventos da cultura local e faça viagens. Programe viagens sempre com arte e cultura em sua agenda.


Quando o indivíduo busca rotinas diferentes, cotidiano criativo e a inserção da arte e da cultura em sua vida há um claro enriquecimento do repertório de ideias e o distanciamento cada vez maior do processo de automatização, por ações repetitivas diárias. Portanto, cultive a constante interação com as mais variadas formas de arte, permita que a arte adentre e modifique sua vida. A realidade precisa das cores da arte, para lhe dar brilho, significado e consciência. A arte traz novo sabor à vida. Liberte-se da automatização.


LILI CAVALCANTI
(PSEUDÔNIMO DE ANGELY COSTA CRUZ – ESCRITORA – PROFESSORA E BIBLIOTECÁRIA DO COLÉGIO “GLÁUCIA COSTA”
PUBLICADO EM: 30/10/2014 – JORNAL MEIO NORTE (Teresina/ PI)